Setembro - 2017
STQQSSD
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Email Newsletter icon, E-mail Newsletter icon, Email List icon, E-mail List icon Sign up for WTF Email Newsletter


» Matérias «


A importância da Nutrição Funcional. Prebióticos, Probióticos e Simbióticos

Dica do 

A importância da Nutrição Funcional. Prebióticos, Probióticos e Simbióticos

Nos dias atuais, o interesse por uma alimentação saudável vem crescendo bastante, assim como a procura por alimentos funcionais, que além de suprir a nutrição básica promovem a saúde. Entre os alimentos com propriedades funcionais encontram-se os prebióticos, probióticos e simbióticos.

Mas afinal, o que são prebióticos, probióticos e simbióticos?
No nosso intestino além das bactérias patogênicas existem outro grupo de bactérias que são muito importantes, estas possuem funções, como: síntese de vitaminas, auxilio na digestão dos alimentos e equilíbrio imunológico, ou seja, a defesa do organismo. O equilíbrio dessas bactérias aliado à alimentação saudável e outros fatores, são importantíssimos na manutenção da saúde do nosso corpo. Alimentos prebióticos, probióticos e simbióticos contribuem bastante para o equilíbrio dessas bactérias desejáveis no intestino.
Em 1991, foi regulamentada uma categoria de alimentos denominada de “Foods for Specified Health Use”, traduzindo para o português, “Alimentos Funcionais ou Nutracêuticos”. Entre os alimentos funcionais, estão os probióticos e os prebióticos, vistos como promotores de saúde e que podem estar associados à redução do risco de doenças crônicas degenerativas e não transmissíveis. A associação dos probióticos com os prebióticos dá origem a um produto simbiótico que pode aumentar as chances de crescimento e colonização das bactérias probióticas no organismo humano.

Prebióticos
Prebióticos são carboidratos não-digeríveis, também chamados de fibras dietéticas, que estimulam seletivamente a proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no intestino.
Entre as substâncias prebióticas, destacam-se a lactulose, o lactitol, o xilitol, a inulina e alguns oligossacarídeos não digeríveis, como por exemplo, os frutooligossacarídeos. São encontrados principalmente em alimentos como chicória, alcachofra, alho, cebola, soja, leite humano, banana e tomate.
Os prebióticos possuem efeitos benéficos à saúde, como o aumento da absorção de cálcio, aumento das bactérias desejáveis no intestino, diminuição do risco de câncer de cólon, entre outros.

Probióticos
Probióticos são alimentos ou suplementos alimentares que contenham microrganismos vivos importantes na manutenção da flora intestinal, e junto com uma alimentação saudável promovem a saúde. A Legislação Brasileira define probiótico como: “um suplemento alimentar microbiano vivo que afeta de maneira benéfica o organismo pela melhora no seu balanço microbiano”.
As bactérias mais utilizadas como suplementos probióticos para alimentos são principalmente dos gêneros Lactobacillus e Bifidobacterium. Estas são encontradas naturalmente no trato gastrintestinal humano saudável, são isoladas e então utilizadas como aditivos dietéticos.
São vários os efeitos benéficos atribuídos aos probióticos, entre os quais se destacam a manutenção do equilíbrio das bactérias no intestino, prevenção e tratamento de diarréias, melhora da digestão da lactose (açúcar do leite). Várias doenças são beneficiadas com uso desses alimentos funcionais, entre elas o câncer e doenças alérgicas.
Os probióticos podem ser comercializados como preparações farmacêuticas em forma de cápsulas e saches, e como leites fermentados e iogurtes.

Simbióticos
Simbióticos são produtos que combinam probióticos e prebióticos, como por exemplo quando um prebiótico como o frutooligossacarídeo é adicionado a um iogurte probiótico.
O consumo de prebióticos junto com probióticos aumentam a eficiência de cada um deles, assim é bastante interessante o consumo de simbióticos.
O uso dessas substâncias deve estar relacionado com uma alimentação saudável. A alimentação saudável relaciona-se com o comer bem e de forma equilibrada, portanto, vale a pena consumir prebióticos, probióticos e simbióticos. São alimentos importantes na alimentação saudável, pois promovem a saúde do trato gastrintestinal, o que é importante para o bem estar e saúde! Além disso, é importante ter uma dieta rica em verduras e frutas, não abusar de alimentos ricos em gorduras e açúcar, pois de nada adianta os benefícios dos prebióticos, probióticos e simbióticos se não houver uma alimentação balanceada.

. Consulte regulamente um Nutricionista!

Dra. Evellen Lima
Nutricionista Clínica e Funcional - CRN8-6802

Referências
SAAD, Susana Marta Isay, Probióticos e prebióticos: o estado da arte, Rev. Bras. Cienc. Farm. v.42 n.1 São Paulo jan./mar. 2006
SOUZA, Fabíola Suano et al, Prebióticos, probióticos e simbióticos na prevenção e tratamento das doenças alérgicas, Rev. paul. pediatr. vol.28 no.1 São Paulo mar. 2010



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade