Setembro - 2017
STQQSSD
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Email Newsletter icon, E-mail Newsletter icon, Email List icon, E-mail List icon Sign up for WTF Email Newsletter


» Matérias «


Conceitos básicos sobre a utilização da CK como marcador de desgaste físico nos esportes

A Creatina Quinase (CK) é uma enzima intracelular, ou seja, está localizada no interior da fibra muscular. Quando se realiza exercícios físicos, especialmente com ações excêntricas não-habituais (ações excêntricas recrutam menos fibras musculares do que ações concêntricas), pode-se causar micro-lesões nas fibras musculares. Essas microlesões provocam o "extravasamento" da CK de dentro para fora da fibra muscular, sendo esta enzima detectada no sangue (plasma).
Hoje em dia está se tornando comum o monitoramento do estado de treinamento do atleta através do uso desta enzima, especialmente em jogadores de futebol. Recentemente, em uma reportagem ao programa globo esporte, foi mencionado que o corinthians utiliza a CK para monitorar o desgaste físico dos atletas. Além do corinthians, vários outros clubes também utilizam a CK com esse intuito. Porém, deve-se ter cautela quanto a utilização deste e de outros marcadores de desgaste físico, pois existem muitas variáveis relacionadas a utilização desta enzima como marcador de treinamento.
O primeiro passo é detectar qual é o valor basal desta enzima em cada atleta, ou seja, deve-se fazer uma coleta de sangue antes do início da temporada, pois só assim se pode "comparar" os resultados da CK em uma fase de treinamento intensa. Os valores de CK não devem ser comparados entre diferentes atletas, pois existe uma grande variabilidade entre indivíduos diferentes. Ou seja, dentro de um grupo homogênio de atletas que pratiquem o mesmo esporte, tenham a mesma idade e estilo de vida, a CK pode variar muito de indivíduo para indivíduo. Como exemplo, durante meu mestrado fizemos o acompanhamento de uma equipe feminina de vôlei, e utilizamos a CK como um dos marcadores de treinamento. As meninas moravam juntas, treinavam e estudavam juntas e tinham uma alimentação parecida, mas mesmo assim existiam grandes diferenças nos valores basais de CK entre elas, sendo que algumas possuiam valores inicias de CK por volta de 50 U/L, enquanto outras apresentavam valorores basais de aproximadamante 200 U/L.
Valores elevados de CK são encontrados após a realização de um protocolo de exrecícios intensos, ou durante um período de treinamento intenso em atletas de alto rendimento. Vários estudos tem demonstrado aumentos da CK após a realização de uma sessão de exercícios resistidos e/ou treinos específicos em vários esportes. De uma maneira geral, a CK tem seu pico (valores máximos) após 48/72 horas da realização de exercícios intensos, demorando em média 7 dias para retornar a valores basais. O não conhecimento deste fato talves seja um dos príncipais motivos de erros na interpretação dos resultados desta enzima. Muitas vezes o fisiologista entende que os altos valores de CK são em decorrência de um quadro de desgaste físico, porém esses valores elevados podem ser uma adaptação "natural" da ultima sessão de treino (efeito da sessão aguda) e não de um estado de treinamento.

Gustavo Barquilha, fisiologista do Bang Top Team e Bang Golden Girls, é educador físico com mestrado em Ciências do Movimento Humano, Mestre Doutorando em Ciências do Esporte, Pós-Graduado em Fisiologia do Exercício, Instrutor Certificado em Treinamento Funcional, Instrutor Certificado em Treinamento Funcional - Core 360º, Instrutor Certificado em Ginástica Natural, Professor da Universidade Cruzeiro do Sul, no curso de educação física, Coordenador técnico do departamento de Halterofilismo e Alto Rendimento do Clube dos paraplégicos de SP, um dos princípais e mais antigos clubes esportivos voltados para esportes adaptados no Brasil. Esse clube é vínculado ao Comitê Paraolímpico Brasileiro, tendo como destaque no clube o Halterofilista Alexsander Whitaker, com vários títulos brasileiros, Parapan-Americanos, entre muitos outros. Faz também o acompanhamento físico/fisiológico de diversos lutadores de Jiu-Jitsu e MMA.



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade