Setembro - 2017
STQQSSD
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Email Newsletter icon, E-mail Newsletter icon, Email List icon, E-mail List icon Sign up for WTF Email Newsletter


» Matérias «


Novo aliado na perda de peso obtido das algas marinhas

Dica do 

 As algas marinhas são utilizadas como fonte de alimento desde o começo da vida e são bem aceitas como fonte de nutrientes em todo o mundo. Para os japoneses, as algas são inclusive consideradas os vegetais do mar.
As algas são ricas em nutrientes essenciais, oligoelementos e outras substancias bio-ativas. Por serem compostas de proteínas, lipídeos, polissacarídeos, minerais, oligoelementos, vitaminas e enzimas, elas são consideradas o suplemento alimentar ideal para o século XXI.
As proteínas encontradas nas algas marinhas apresentam qualidade superior e são ricas em aminoácidos essenciais e não-essenciais. Os lipídeos, presentes em baixas concentrações, são insaturados e, portanto, não apresentam perigo para o sistema cardiovascular. Os carboidratos são como mucilagens e, graças á celulose que contém, apresentam efeito positivo em desordens digestivas.
Com relação aos minerais e oligoelementos presentes nas algas, estes são fontes ideais de cálcio, fósforo, ferro, sódio, potássio, magnésio, cobre, zinco, cobalto e iodo. Os oligoelementos tem um papel essencial no nosso organismo, pois estimulam e aceleram processos de eliminação do excesso de água, lipídeos e toxinas.
As algas também constituem uma potencial fonte de compostos polifenólicos antioxidantes, pois, como todo organismo vivo, elas também desenvolveram mecanismos de proteção contra as condições estressantes do meio em que vivem. Os polifenóis marinhos sintetizados pelas algas são diferentes dos encontrados nas plantas terrestres e pertencem a uma família denominada florotaninos. Os polifenóis marinhos são compostos pelo monômero floroglucinol.

Estrutura do floroglucinol
Os polifenóis das algas tem muitas propriedades biológicas: antimicrobiano e antifúngico, proteção contra radiação ultravioleta e na desintoxicação por metais pesados presentes no mar. Estudos in vitro demonstraram que os polifenóis marinhos tem atividade antioxidante e apresentam efeito preventivo cardiovascular. Alem dessas ações, os polifenóis derivados do floroglucinol revelaram possuir efeito emagrecedor através da inibição das enzimas amilase e lipase. A inibição dessas enzimas pode resultar na redução da eficácia digestiva e, portanto, reduzir a ingestão e absorção de calorias.
Apos estudar as propriedades das algas marinhas, o laboratório francês Nexira Health desenvolveu o IDalG., um ingrediente natural composto pelo extrato prêmium da alga marinha marrom (Ascophyllum nodosum).

Propriedades
ID-alG. foi desenvolvido com base em duas propriedades complementares para o controle do peso:
- inibição das duas principais enzimas digestivas (alfa-amilase e lipase), envolvidas na digestão de açúcares e gorduras;
- aumento no metabolismo termogênico e redução de gordura.

Modo de acao do ID-alG
1) Inibiçao das enzimas digestivas
Estudos in vitro demonstraram o efeito inibitório de ID-alG. em duas das principais enzimas digestivas: lipase e alfa-amilase pancreatica.
Os protocolos de analise foram baseados na medida da atividade enzimática da lipase de origem bacteriana e da alfa-amilase de origem bacteriana ou suína. Esses protocolos de analise sao classicamente utilizados para o controle de qualidade de preparações enzimáticas.
Atividade anti-lipase: o principio da medida e baseado na titulação dos ácidos graxos liberados (hidrolise enzimatica dos triglicerideos).
ID-alG. reduz em mais de 50% a atividade da enzima lipase, sob as condições do estudo.
Atividade anti-amilase: o principio da medida e baseado na proporção de maltose liberada (hidrolise enzimatica de carboidratos).

2) Aumento no metabolismo termogênico e redução de gordura
O iodo tem um papel nutricional essencial, uma vez que participa na síntese dos hormônios da glândula tireóide. Esses hormônios interferem na regulação metabólica de diversos processos no nosso organismo, como:
- Metabolismo basal e termogênese: os hormônios da tireóide aumentam o metabolismo basal e a quantidade de oxigênio consumida pelo coração, músculos esqueléticos, fígado e rins;
- Tecido adiposo: os hormônios da tireóide aumentam a sensibilidade dos adipócitos a atividade lipolítica de vários hormônios;

Teste comparativo com medicamento prescrito para perda de peso (Product X) demonstrou que ID-alG. é mais eficaz na redução da atividade da enzima lipase.
ID-alG. reduz em mais de 50% a atividade da enzima alfa-amilase, sob as condições do estudo.
Comparado a Faseolamina (extrato do feijão branco), ID-alG. é mais eficaz na redução da atividade da enzima alfa-amilase pancreática.
- Frequencia cardíaca;
- Desenvolvimento intelectual;
- Diferenciação dos tecidos.

Devido a sua rica composicão em minerais e oligoelementos, inclusive iodo, ID-alG. age da seguinte maneira:
1) O iodo proveniente de ID-alG. e rapidamente absorvido pelo estomago e intestino delgado (90%), passando para o plasma sanguíneo.
2) O iodo e distribuído, através da circulação sanguínea, para as principais regiões do organismo onde e utilizado, incluindo a tireóide. O iodo e o substrato essencial para a síntese dos hormônios tireoideanos T3 (contém 56,6% de iodo) e T4 (contem 65,4% de iodo).
3) Os hormônios da tireóide penetram nas células e se ligam a receptores específicos dentro do núcleo. Muitos processos fisiológicos associados aos efeitos dos hormônios da tireóide ocorrem através desses receptores. Na figura, esses processos são simbolizados por diversos mecanismos celulares que se iniciam no núcleo e resultam nas três principais consequências;
4) aumento na produção de energia (ATP);
5) ativação da mitocôndria;
6) estimulação de enzimas metabólicas.
7) Essas três consequências resultam no aumento do gasto de energia (ativação do metabolismo geral e termogenese) e na redução de gorduras e açúcares armazenados.

Recomendacoes de uso
A dose recomendada de ID-alG. e de 200 mg antes das duas principais refeições (duas doses de 200 mg/dia). A dose total diária de ID-alG. é de 400 mg.

Contra-indicações: Pessoas com problemas na tireóide ou alérgicas ao iodo.



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade