Novembro - 2017
STQQSSD
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Email Newsletter icon, E-mail Newsletter icon, Email List icon, E-mail List icon Sign up for WTF Email Newsletter


» Matérias «


Marca e a visibilidade do produto

por Ivan Postigo

Marca atende a sonhos, expectativas, integra pessoas, dá destaque, gera conforto psicológico, dá segurança, é objeto de desejo. Ao estar abrigada por uma marca com prestígio a qualidade física do bem raramente é questionada.

O sucesso de uma marca é gerado por inúmeros e inusitados fatores. Uma fala, um slogan, um acidente, uma imagem, um desejo, uma expectativa, não há receita definitiva. Poucas são as empresas que têm produtos sem concorrência no mercado, então a marca é o fator que os diferencia e lhes atribui valor.

O consumidor muda sua percepção de “quanto custa” para “quanto vale”.

Reconheço que para muitos empresários que primam pela qualidade de seus produtos é difícil vê-los sendo substituído por outros similares, mas essa é a dinâmica de mercado.  Eles mesmos se fizerem uma boa reflexão, verão que também agem por percepção e preferência.

Ainda que experimentem períodos de glória, marcas também envelhecem e são substituídas.

Nesse sentido o mercado é cruel? Talvez não, apenas prático.

 Há uma superprodução mundial sendo oferecida para todas as latitudes. Para os iguais prevalece o preço, para os que se destacam o valor.

A mais valia é o premio pela competência de sair do lugar comum. Por essa razão há defensores da tese: “Torne a sua empresa obsoleta, antes que alguém o faça”.

Como gestor, sem dúvidas, você vai perguntar: devo, então, entender de produto ou de gente?

Entendendo de gente apresentará o produto correto. Simples, não?

O produto criado hoje, amanhã terá inúmeros concorrentes, sua única garantia de destaque será sua marca. É fundamental entender que marca cria um espaço na mente e um lugar no coração. Para aqueles que não acreditam na necessidade de seu fortalecimento basta refletir se de vez em quando não solicitam um produto pela marca, como se fossem sinônimos, sem se darem conta.

Exemplos não faltam no mercado:

Gillette – Lâmina de barbear

BomBrill – Palha de aço

Guaraná – Refrigerante

Maizena – Amido de milho

Leite Moça – Leite condensado

Durex – Fita adesiva

Xerox – Fotocópia

Danone – Iogurte

Nescau – Achocolatado em pó

Caldo Knorr – Caldo de galinha em cubos

Bic – Caneta

Band-aid – Curativo

Cotonetes – Hastes de algodão

Super Bonder – Cola

Havaianas – Sandálias

Sua lista poderá ser maior ou menor do que esta, mas não deixará de incluir pelo menos um item.

Levar o produto a excelência do reconhecimento não garante o sucesso, a não ser que este esteja ao alcance do consumidor. Sustentação da marca e visibilidade do  produto são fundamentais para a longevidade de um negócio.

Sobre o autor: Ivan Postigo
Diretor de gestão empresarial da Postigo Consultoria Comunicação e Gestão. Economista, contador, pós-graduado em controladoria pela USP. Vivência em empresas nacionais, multinacionais americanas e européias de lingotamento de aço, equipamentos siderúrgicos, retroescavadeiras e tratores agrícolas, lentes e armações de óculos, equipamentos de medição de calor, pilhas alcalinas, vestuários, material esportivo, refrigerantes, ferramentas diamantadas, cerâmicas, bebidas quentes, plásticos reciclados, hotelaria e injeção de plásticos. Executivo nas áreas fabril, administrativo-financeira, marketing e vendas. Escreve artigos com foco nos aspectos econômicos e de gestão das empresas para jornais e revistas. Desenvolve consultoria e palestras nas áreas mercadológica, contábil/financeira e fabril.

COPIE E DIVULGUE, PORÉM SEJA LEGAL e ORIGINAL! 
RESPEITE O TRABALHO ALHEIO, PEÇA AUTORIZAÇÃO E/OU CITE A FONTE!



 
BANG .:. Desde 1971 no Brasil .:. Tradição & Qualidade